Sou Pai e Amamento a minha Filha

Sou Pai e Amamento a minha Filha

Ao contrário do que se possa pensar, a amamentação não é algo exclusivo da mãe. É um ato que requer a presença e ajuda do pai.

Na amamentação existem muitas realidades diferentes. Tantas, quantas as diferenças entre partos, e entre crianças nos seus primeiros meses de vida. Umas choram mais do que outras. Umas dormem a noite toda, outras só dormem de dia.

A amamentação é algo que também vai variar de criança para criança. Mas a verdade é que o pai tem aqui um papel mais importante do que se possa pensar.

As mães deparam-se nos primeiros dias/semanas com um conjunto de dificuldades. Desde recuperação dos pontos feitos no parto, à descida do leite, a mãe precisa de ajuda nesta primeira fase, e é o pai que vai dar o apoio necessário.

No ato de amamentar, o pai tem 2 objectivos claros: ajudar o(a) bebé a mamar confortavelmente e a arrotar; e ajudar a mãe a fazê-lo sem dor.

A bebé

Os(as) bebés nascem com o processo de sucção aprendido. É só encostar ao peito da mãe que rapidamente ele(a) começa a procurar o mamilo para se alimentar. No entanto, e porque ainda não tem força para se posicionar, é importante que alguém o(a) posicione. Com a barriga apoiada na barriga da mãe, queixo encostado ao peito e a boca a cobrir por completo o mamilo. Desta forma garantimos que a sucção é feita da melhor forma. Não entra ar no meio da sucção evitando cólicas, e não irrita o mamilo da mãe prevenindo dores.

Por outro lado, é necessário garantir que o(a) bebé arrota e não vomita o líquido. Por esse motivo, devemos sentar o bebé na nossa perna, com uma mão na frente a segurar o peito e a endireitar a cabeça, e outra atrás a dar suaves palmadas nas costas com os dedos. Podem também encosta-lo ao ombro. Existe também quem siga a teoria de que não é necessário dar pancadas nas costas, e sim mantê-lo(a) apenas de pé. Independentemente da técnica, é importante que arrote antes de seguirmos ao próximo passo.

Depois do(a) bebé arrotar, ter em atenção ao facto de que ainda assim é possível que o(a) bebé possa vir a vomitar um pouco o leite. É como se nós bebesse-mos alguns copos de leite e nos fossemos deitar a seguir. Possivelmente tínhamos um refluxo de leite. Como tal é importante manter o(a) bebé deitado(a) com inclinação. Para evitar que exista este refluxo.

A mãe

No caso da mãe existem várias nuances a ter em conta.

Após o parto a mãe pode ter levado alguns pontos. O que é doloroso nos primeiros dias, e pode requerer apoio a levantar, sentar, pegar na bebé. A própria posição de amamentação pode ser desconfortável. O pai deve proporcionar as melhores condições para que a mãe possa amamentar com o melhor conforto possível.

As almofadas em formato donuts são a melhor solução nos primeiros dias para que a mãe se possa sentar sem demasiada dor.

O primeiro líquido que a mama segrega, é na verdade o chamado colostro. Não sendo ainda leite, é mais importante do que o leite. É este líquido que vai passar ao bebé as primeiras defesas. E a chamada “descida do leite” acontece com endurecimento do peito.

Este endurecimento pode ser doloroso para a mãe. Mesmo que o(a) bebé mame dos dois peitos, há sempre um que produz mais leite do que outro. E se juntarmos a isso alguma irritação que o mamilo possa criar, o desconforto e até mesmo dor, podem tornar a amantação numa tarefa impossível.

O pai deve por esse motivo garantir que a mãe tem sempre água quente e panos para que possa colocar no peito para ajudar o leite a sair. Quando o(a) bebé está a mamar de um peito, é natural que o outro peito segregue leite sozinho. É importante ajudar a segurar o leite. Com um disco protetor ou um copo se quisermos salvar em média 40ml de leite.

É importante também o uso das bombas de remoção de leite. E nem sempre a ideia é armazenamento de leite, mas sim remover leite quando o(a) bebé ingere menos leite do que aquele que é produzido. A força que o bebé faz a mamar na mama da mãe é muito menos do que faz a mamar numa tetina de um biberão.

O endurecimento do peito pode levar a febres e internamento da mãe.

Se por algum motivo ainda não tiverem a bomba de remoção de leite, e precisarem de uma solução caseira urgente, peguem numa tetina de borracha de um biberão, encostem ao mamilo e apertem repetidamente a ponta da tetina. Esta ação vai fazer sucção no peito e vai simular o trabalho da bomba em menor escala. Quando a tetina estiver cheia, deitem fora o leite e voltem ao início do processo.

Se o(a) vosso(a) bebé tiver dificuldade em manter-se acordado(a) durante a amamentação, tentem acorda-la de forma suave antes da amamentação. Falem com ele(a), biquem, ponham-no(a) de pé, andem com ele(a) na casa, façam cócegas nos pés. Os olhos vão se abrir algumas vezes ainda ensonados, mas quando se abrirem de vez e perceberem que já está à procura da mama, podem passar o(a) bebé à mãe.

Chupetas e Dedo

Quando falamos em chuchas, é também importante encontrar a mais adequada. No entanto enquanto não encontramos e precisamos que consolar a bebé, o dedo do pai é suficiente. Lavem muito bem as mãos e dedos, cortem bem as unhas, e podem colocar um dedo na boca do bebé. Em alternativa também o podem fazer usando luvas de latex esterilizadas. (Aprendi esta técnica na maternidade.)

Biberões

Quando escolhemos um biberão, seja para armazenar leite materno, ou para fazer leite em pó, é importante ter em conta alguns critérios.

O biberão não pode armazenar ar na tetina. Isto vai reduzir em muito as cólicas. Por isso é importante biberões que tenham tetinas com sistema anti-cólicas.

A questão de se usar biberões em vez de apenas dar leite pela mama tem uma leitura muito mais lógica do que se possa pensar.

A Emma sempre mamou na mãe e continua a faze-lo. A questão é que devido a uma infecção na boca, custa-lhe mais mamar no peito do que no biberão. Além disso, acaba por ingerir mais leite pelo biberão do que pelo peito. E por esse motivo, não só é importante usar um biberão que tenha uma tetina com uma forma e textura mais próxima de um mamilo, como é importante usar o biberão, como complemento ao peito.

Por outro lado, a quantidade de leite nas mulheres varia com base em inúmeros fatores. E por isso é possível que enquanto o bebé dorme, a mãe precise de tirar leite. Aqui o biberão servirá para armazenar o leite que a mãe tira. E posteriormente, podem dar quando forem passear com ela, ou mesmo em casa. Nós inclusivamente aproveitamos e misturamos no biberão medicação que seja de ingestão oral.

Produtos e Soluções

Quando falamos em produtos e soluções, há no mercado diversas marcas e soluções para a amamentação. Biberões, tetinas, chupetas, bombas de tirar leite, detergentes de lavar biberões, esterilizadores, etc.

A minha preocupação foi, como pai, encontrar as melhores soluções e os melhores produtos.

A Philips Avent tem uma gama enorme de produtos e soluções para ajudar na amamentação. E estes são os que eu uso na minha filha e na mãe, que funcionam, e que de facto fazem a diferença.

Bomba de Tirar Leite

Philips Avent Bomba tira leite eléctrica individual

Quando falamos em tirar leite com bomba, parece uma coisa estranha e ficamos a pensar que pode ser doloroso, magoar a mãe ou irritar o mamilo.

Esqueçam essa ideia. A bomba de tirar o leite é tudo menos agressiva para a mãe.

A Philips Avent tem uma bomba elétrica e outra manual. Nós usamos a elétrica até porque às vezes a tira de leite pode demorar alguns minutos. Além disso esta bomba dá todas as condições de conforto e segurança.

Posição: Com a bomba que tínhamos antes, a mãe tinha que se dobrar um pouco para que esta funcionasse corretamente e o leite descesse para o biberão. Com a bomba da Philips Avent isso não acontece. A mãe pode sentar-se direita e mais confortável.

Intensidade: Esta máquina, por incrível que pareça, faz o mesmo que a Emma quando está a mamar. Primeiro começa a mamar rápido, depois mama mais devagar. É a mesma coisa com esta bomba. Assim que se liga, ela faz uma sucção mais rápida, depois quando começa a sair leite, podemos seleccionar entre 3 níveis de sucção. E tudo isto com total conforto para a mãe. Não estamos a falar de uma sucção exagerada, nem uma máquina a querer sugar o peito à força. A sucção é de facto suave, e por vezes menos dolorosa do que a sucção do próprio bebé.

Além disso, a bomba elétrica da Philips Avent liga-se à tomada, mas também pode levar 4 pilhas. E desta forma podemos usa-la em qualquer lado! E isto é importante! Por vezes, a mãe sente a mama a ficar dura e é preciso tirar leite antes que comece a doer. Independentemente do local em que estivermos. Na praia ou numa viagem de carro.

Philips Avent Bomba tira leite eléctrica individual

Biberões

Philips Avent Conjunto de biberões recém-nascido Gama Natural

Nem sempre as mães dão muita importância aos biberões. E talvez por falta de conhecimento, os pais dão muito menos. Mas é função dos pais ajudar as mães a reconhecer os melhores produtos e porquê.

Quando falamos em biberões estamos a falar em substitutos da mama. Por isso, quanto mais similar o biberão for em relação ao peito, mais facilmente o bebe o aceita. Por outro lado, precisamos evitar que o bebé passe a preferir o biberão em detrimento do peito. O que significa que a semelhança entre o peito e, neste caso, a tetina, tem de ser a maior possível. como se fosse a mesma coisa em termos de textura e forma.

A Philips Avent tem uma gama de biberões chamada Natural. O que significa que tem uma tetina o mais parecido com o peito da mãe.

A verdade é que nós usamos estes biberões com a Emma. E ela nem dá conta. Quer dizer, dá conta, porque não precisa fazer tanta força a mamar. E dói menos a língua (por causa da infecção). Mas em termos de alternar entre peio e biberão, faz sem problemas.

Por vezes há bebés que quando usam biberões tem mais resistência em usar peito e biberão de forma alternada. A Emma não. A única coisa que ela sabe é que está algo a tocar na boca dela. E ela mama. Não sente a diferença entre um e outro.

Além disso os biberões da Philips Avent tem todos a mesma abertura em termos de dimensões e sistema. O que significa que todos os produtos da Philips Avent se encaixam uns nos outros. Todos os biberões encaixam na bomba de tirar leite, todos os biberões encaixam em todas as tetintas, etc. O que facilita a vida e muito!

Philips Avent Amamentação

Discos de Amamentação

Discos de Amamentação Philips Avent

A maioria dos Pais que entram no mundo da Paternidade chega ao contacto com algo chamado de Discos de Amamentação. O que a maioria não sabe é que não existe só um tipo de discos.

Na verdade, a Philips Avent, para além de ter os Discos de Amamentação Descartáveis, tem um Kit de Discos de Amamentação Laváveis! Com saco de lavagem para ir a máquina de lavar e tudo! Ou seja. Menos lixo, mais ecológico, e ainda assim, confortáveis e absorventes!

Creme Protetor de Mamilos

Também a Philips Avent tem um creme protetor de mamilos. Para as mães que têm receio de usar cremes na zona de amamentação, este creme é o ideal uma vez que é hipoalergénico e não é necessário remover antes de amamentar.

Creme protector para mamilos Philips Avent

Se és Pai, não há mais receios de te envolveres a 100% no processo de amamentação. Com os produtos ideais e com paixão, tudo vai correr bem. E além disso, a mãe agradece.

Comenta abaixo as tuas dúvidas sobre amamentação, sobre os produtos, o que usas, o que procuras, e eu prometo responder a tudo!

Sharing is caring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *